Reajuste de Remédios: Site ajuda a economizar até 81% em medicamentos

Seção: MEDICAMENTOS
Categoria: Preços
Publicado em 13/03/2018
278 visualizações

O reajuste de 2,84% no preço dos remédios no país em abril vai impactar diretamente no bolso dos brasileiros, que, em 2017, gastaram mais de R$ 120 bilhões em medicamentos. Uma saída para atenuar o aumento é pesquisar em plataformas de preços do setor, como a Melhor Farmácia (www.melhorfarmacia.com.br), que facilita a consulta de valores em poucos cliques e em várias farmácias ao mesmo tempo.

A dica não vem sem razão: o preço cobrado pelo mesmo medicamento pode sair até 81% mais barato de loja para loja, segundo levantamento do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade, instituição de ensino e pesquisa da área farmacêutica. O analgésico Novalgina, por exemplo, é comercializado por R$ 8,70 a R$ 46,50. “Por isso a importância de pesquisar, pesquisar e pesquisar. A maioria dos consumidores não faz isso em diferentes farmácias, apenas entram e tentam solicitar descontos ou procurar por genéricos. Mas mesmo para estes últimos ocorrem diferenças de até 70% nos preços de uma rede para outra”, explica Andrea Rodrigues, diretora executiva da Melhor Farmácia.

 

Na avaliação da especialista, a maioria das redes de farmácias deve adotar o reajuste liberado pelo governo assim que possível, no dia primeiro de abril. “Nesse sentido, serviços de comparação de preço são essenciais para amenizar a elevação dos valores, porque facilitam a consulta de maneira quase imediata”, diz a diretora do Melhor Farmácia.

Lançada em outubro de 2017, a plataforma é gratuita e traz dados de 60 mil medicamentos que podem ser pesquisados tanto por nomes comerciais quanto por princípios ativos, em cinco mil farmácias.

O percentual de 2,84% é uma expectativa com base no IPCA medida entre março de 2017 e fevereiro de 2018, período considerado no cálculo do reajuste. O governo fará o anúncio oficial no dia primeiro de abril.

 

Fonte: https://ecommercenews.com.br/noticias/lancamentos/reajuste-de-remedios-site-ajuda-a-economizar-ate-81-em-medicamentos/ 

Aviso: Os textos e conteúdos são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do About Me.

Confira as últimas notícias